Kansas City, KS - EUA / Jaraguá do Sul, SC - BR

4 de março de 2012

Famílias #12

Bom dia, leitores :)

Eu vim fazer um post sobre as famílias com quem já conversei. E aconselho DEMAIS as meninas que estão nesse processo ou que acabaram de ficar on a fazer um cadastro no GAP. Eu já sabia que a maioria das famílias de lá não quer agência, mas eu fiz só pra treinar, e me ajudou MUITO! Vocês já vão entender o pq...

Nesse post eu vou colocar todas as famílias que eu falei, mas depois as mais recentes ou qualquer novidade com relação às famílias vocês podem conferir na aba "Processo" ali em cima, tem tuudo :)


Bom, ao mesmo tempo que fiquei online, resolvi me cadastrar no GAP. E eu quero muito ir logo, por vários motivos que não vem ao caso. Então lá fui eu me EMPENHAR no GAP. Comecei a fazer buscas de famílias nos EUA e favoritar TODAS. Isso mesmo, TODAS! Pq eu não fiz o cadastro lá SÓ pra conseguir uma família, isso seria uma consequência, visto que eu sabia que por lá seria difícil - por causa da resistência deles quanto à agência. Eu fiz o cadastro lá pra treinar o meu inglês e pra ver COMO era conversar com uma host family, o que iria me ajudar quando começassem a surgir famílias no meu app. Sem brincadeira, com os dias que foram passando, eu favoritei mais de 400 famílias!!! TODOS OS DIAS eu entrava lá e favoritava as que tinham feito login recentemente - gente, não adianta favoritar todas, coloquem na busca pra ordenar por login recente, porque tem famílias cadastradas que não entram há mais de 5, 6 meses, ai não adianta! Eu fiz a busca nessa ordem (a minha primeira busca) e quando chegou em famílias com login há um mês atrás eu parei. Depois disso comecei a entrar todos os dias e favoritar as que tinham entrado recentemente. 



Bom, vamos lá... Esses foram os retornos que eu tive:


Famílias GAP:
GAP 31/01 - Canadá / 2 -emails / 2 girls - 11y e 15y / não queriam agência
GAP 04/02 - Chatam, NJ / 2 e-mails / 3 kids (não lembro as idades) / não queriam agência
GAP 04/02 - Fairfield, CT -HM brasileira / 5 e-mails / 2girls - 3y e 8y / nos demos muito bem, mas eles decidiram que não queriam agência
GAP 06/02 - New Smyrna Beach, FL / 2 e-mails / 4 boys - 4y, 7y, 9y e 12y / não responderam mais

GAP 06/02 - Brooklyn, NY / 7 e-mails + 1 Skype / 2 girls - 1y e 4y / conversamos muito, iriam conversar com um representante da APC mas não me responderam mais. 

GAP 06/02 - Manhattan, NY / 2 e-mails / 3 kids - 2y e twins 3m / não responderam mais
GAP 07/02 - Ft Lauderlade, FL / 3 e-mails / 6 girls - 2y, 4y, 9y, 10y, 12y e 15y / até pensaram em entrar na APC, mas o schedule era péssimo, descartei
GAP 07/02 - San Clemente, CA / 1 e-mail / 1 baby under 1 / não responderam mais
GAP 08/02 - Cumberland, RI / 2 e-mails / 2 girls - 3y e 7y / não responderam mais
GAP 10/02 - Lethbridge, Alberta / 1 e-mail / 2 girls - 5y e 8y e 1 boy - 18m / queriam uma au pair que falasse espanhol
GAP 14/02 - Eagle, CO / 3 e-mails / 1 boy - 3y / não responderam mais
GAP 15/02 - Winston-Salem, NC / 2 e-mails / deletaram o perfil e não lembro quantas kids

GAP 20/02 - Parrish, FL / 3 e-mails + 1 Skype / 2 boys - twins 6 / ficaram de me ligar de novo mas só rolou um "are you there?" no Skype um dia quando eu estava offline - vi dois dias depois e eles estavam offline. Nunca mais.

GAP 27/02 - Aurora, CO / 1 e-mail / 2 girls - 6m e 2y / não queriam agência
GAP 02/03 - Eatontown, NJ / 1 e-mail / 1 boy 5y e twins 5 meses / entraram em contato só pra dizer que ficaram felizes por eu favoritá-los, mas já tinham fechado com outra au pair

Sobre a família do dia 6, do Brooklyn, eu tinha gostado muito do schedule, de conversar com eles por e-mail e tudo mais. Ok, marcamos um Skype. Eles não tinham agência, mas pelos e-mails eles tinham dito que gostaram de mim e iriam conversar com um representante da APC pra ver como funcionava, custos, etc. Tivemos o Skype - meu primeiro Skype e a primeira vez que eu falava com americanos. Fiquei SUPER nervosa, e isso aconteceu perto da meia noite, estava super cansada, but ok. A conversa no começo fluiu, mas eu fiquei muito envergonhada e não conseguia falar muita coisa, tinha medo de errar tudo. Porém, consegui fazer algumas perguntas e responder oq ela me perguntou. O problema foi que ela se empolgou e começou a me dar respostas IMENSAS! E sabe oq eu percebi? Que o começo eu entendia e depois parecia chinês...parece que se falam muito, sem pausas, meu cérebro para de processar. Outra coisa que atrapalhou a conversa foram as kids, a de 4 anos ficava correndo pela casa e gritando "my new au pair, my new au pair" e atrapalhava o som, hahaha! E a host mom tava com a de 1 ano no colo, e ela começou a chorar e ficava querendo mamar - sim, a host mom deu de mamar pra ela no meio da conversa. Assim ela ficou quietinha e continuamos conversando, até que ela abriu o berreiro e a host mom resolveu desligar para colocar as crianças para dormir. Acho que isso tudo me deixou dez vezes mais nervosa! Ela terminou a conversa falando que no dia seguinte iria um representante da APC na casa deles e depois eles me retornariam. Ok, esperei dois ou três dias e mandei um e-mail, perguntando como estavam as coisas e se eles conseguiram conversar com o representante. Ela me respondeu dizendo que estava tudo bem e que iriam tomar uma decisão breve, e iriam me informar, e começou a responder os e-mails com xoxo, e toda querida. Fiquei um pouco confiante. Passaram uns 10 dias e nada...enviei um e-mail de novo (pelo GAP) perguntando se estava tudo bem e se tinham fechado com a APC ou então com alguma outra menina. Isso faz uns dias, e a mensagem continua lá como não lida - no GAP vc consegue ver se a outra pessoa já leu sua msg ou não.

Sobre a família da Florida, a host mom me mandou e-mails que eu achei super "sérios", nada simpática. Mas ela queria um Skype, ok. Eu tinha acabado de voltar de viagem, estava na casa do meu namorado e ela queria um Skype, socorro! Peguei o notebook dele e fui pra sala, ficar sozinha, enquanto todos já dormiam e ele estava no quarto. A host mom estava sem microfone e perguntava digitando, e eu respondia falando. Ela era suuuper antipática, nem me deu um oi na web e não deu UM sorriso. Ela me fez perguntas suuper difíceis e eu dei umas travadas para responder, com a janelinha do translate do Google aberta, pra me dar um help. A conversa foi rápida e ela pediu meu telefone para me ligar durante a semana, pois ela estava sem mic no computador. Passei o de casa e o celular, mas não gostei dela não... Dois dias depois ela me mandou um "hey, are you there?" no Skype, mas eu não estava com ele aberto, e quando abri vi a msg, mas ela estava off. E fim!

Essas duas conversas no Skype me ajudaram MUITO a perder um pouco da vergonha de falar errado, sabe? A gente "trava" ao falar com os americanos, porque temos medo de falar tudo errado, mas com essas duas ligações eu fui perdendo isso. Afinal, quando eu estiver lá, eles vão ver meu inglês do jeito que ele é, não tem outra saída, hehe! 

Famílias APC: 
08/02 - Pearland, Texas / 3 boys / 4 e-mails / fecharam com outra au pair, mas não tinha gostado - HM antipática e ainda por cima me mandaram um e-mail com 81 perguntas de uma vez só!
15/02 - Chicago, Illinois / Triplets 2y / nunca mandaram nada, entraram e saíram do app
25/02 - Prairie Village, Kansas City / 2 boys - 6m e 10y / 6 e-mails + 1 Skype / estamos conversando

Bom, essas foram as 3 famílias que apareceram no meu app desde 27/01, quando fiquei on. Sinceramente? Estou feliz pelo resultado. Vejo meninas com o mesmo potencial - ou até mais - que eu, que ficam meses online e não tem nenhuma família no app. Achei que eu iria levar uns 6 meses pra ter uma dando um oi, e me enganei! A família do Texas me mandou um e-mail super sério, tipo "Olá, estamos querendo marcar uma entrevista com você no Skype, mas antes estamos enviando um questionário e gostaríamos dele respondido antes da entrevista." Fim. Achei péssimo, dai fui abrir o tal questionário e achei MAIS PÉSSIMO AINDA! Era um arquivo de word COM NADA MAIS, NADA MENOS QUE 81 PERGUNTAS! Achei um absurdo! Primeiro - tinha 90% daquilo no meu perfil da APC. Segundo - o que ela iria me perguntar no Skype? A cor da minha calcinha, né? Respondi falando que naquele dia estava corrido, mas em breve responderia. Não gostei muito do lugar, achei ela antipática no e-mail e não gostei da atitude de não darem importância ao meu app - pq perguntaram tudo de novo no tal questionário, então é pq nem leram nada sobre mim antes de entrarem no meu app. Deve ser o tipo de família que entra em todos sem ler nada e manda o questionário pra todas, até achar a au pair perfeita...mas ok, lá fui eu responder. Levei uma hora mais ou menos, em uma manhã, respondendo aquilo. Enviei e, EM 5 MINUTOS, a louca me responde "obrigada, já fechamos com outra au pair, mas boa sorte". E fim.

Kansas City
Sobre a família de Kansas City, ainda estamos conversando, desde o dia 25. Não quero dar mais detalhes ainda... Quem acompanha o grupo no Facebook sabe alguns detalhes, mas quero esperar um pouquinho mais pra falar sobre eles. Ou eu volto aqui pra dizer I HAVE A MATCH, ou eu volto aqui de cabeça erguida, contando a minha experiência com eles, e esperando a próxima família aparecer. Aguardem =)
Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

6 comentários:

Gisella disse...

Oi Cláu! Que post ótimo menina, vc está arrasando com as famílias! E o GAP ajuda mesmo treinar neh! Boa Sorte, torço para que faça o perfeito match logo, logo! Bjs

Mari disse...

Olá Cláu! Obrigada por me convidar para ler seu blog... ahh que saudades desse tempo de expectativa para falar com a family!
De que parte de SC vc é?

Tamires Souza disse...

Olá Clau! Adorei seu blog!! jah fuçei quase todinho ashashuasuashuhau!Eu sou do grupo do face tb e vi q vc tinha postado algo novo e como hj eu to me dedicando a conhecer novos bloguxos de meninas au pairs para quem sabe fazer novas amizades e futuras companheiras de sazunidos, uni o util ao agradavel! hehehehe

Eu tb vou pela APC/STB daq d salvador, vou me inscrever sabado q veme estou super ansiosa!!

MAS... como jah tenho 4 anos pesquisando sobre o au pair eu jah conhecia o GAP e confesso a vc q tive a msm ideia de me inscrever e talz, pq se ficarmos só esperando por agencia de braços cruzados podemos num chegar a lugar nenhum certo?! Tb comecei minha busca no inicio de fevereiro e jah favoritei meio mundo de families inclusive de outros paises q nao o usa pq acho q devemos aproveitar a oportunidade d treinar english o maximo possivel, mas confesso q qnd abro meu email e dou d cara com aquele not the right macth... afff da uma frustadazinha, em compensação, responder aos varios email q recebemos da um alegriaaaaa... num sei vc mais eu, a cada familia q surge com um interested ou q manda email eu fico nas nuvens!! hahshahhaha

Enfim... ja escrevi um textooooo, malzae!

Até mais flor!

Mari disse...

Então Cláu! Não conheço Jaraguá pessoalmente, mas conheço gente daí e de joinville também. Aliás, já estive em Joinville mas não em Jaraguá. Eu na verdade adotei Floripa, mas sou uruguaia. Minha mãe é de São Paulo e nós mudamos para Floripa há 10 anos, então já nem sei de onde sou. :) Sou um pouco do Uruguai, um pouco daqui, e um pouco de NY. Hahahahha.

Bárbara Lua disse...

Cláudia, eu não sabia que você tinha um blog! :O
Agora estou acompanhando!
Sabe essa família dos triplets? Conversei com eles, mas ela queria umas 55 horas semanais de trabalho! Nananinanão! kkkkkkkkkkkk
Nossa, você adiciona muitos no GAP! haha Mas é bom, vai que dá certo, né? :)

Beijooooos e boa sorte pra nós!

Patricia Vilhena disse...

Oi Cláudia.
Sou nova aqui no seu blog, mas já adorei!
Também vou ser au pair.
Boa sorte aí com as famílias!
Beijos

Seguidores

Posts populares