Kansas City, KS - EUA / Jaraguá do Sul, SC - BR

13 de maio de 2012

Au Pair x Namorado #22

Hoje eu vim falar de um assunto bem difícil pra mim...ser au pair namorando.
Eu estava recém solteira e resolvi ser au pair. Com o app na mão, conheci meu atual namorado, o Alexandre, pela internet. Conversávamos praticamente todos os dias, e começamos a gostar um do outro ali, sem nunca termos nos visto. Ele, ainda somente como meu amigo, sabia dos meus planos de ser au pair e me apoiava totalmente.
Nos conhecemos pessoalmente em junho de 2011, ele mora em outra cidade - uns 50km daqui, então demoramos um pouco pra nos conhecer, desde que começamos a conversar. Eu estava disposta a não ficar com ele quando a gente se conhecesse, pois tinha medo de me apaixonar (e tinha esse tal do au pair), mas confesso que quando nos encontramos e olhei nos olhos dele, a única coisa que eu conseguia pensar era "é ele quem eu quero".
E dois dias depois eu já passei onde ele mora pra dar um beijinho de tchau nele (estava voltando pra minha cidade) e ele me deu um presente! Um presente que ele tinha comprado antes mesmo de me conhecer pessoalmente... Ele é lindo! Era uma caneca em forma de lente fotográfica (pra quem não sabe, trabalho com fotografia), e junto tinha um bilhetinho, super fofo!
Aquele sentimento foi crescendo, fomos nos falando todos os dias, era mensagem no celular, msn, facebook, todos os dias! Chegamos até a viajar juntos pra passar um final de semana em Florianópolis e ele me apresentou para os amigos, mas nem éramos namorados ainda. Uns dias depois, ele me pediu em namoro...
Me senti totalmente sem saber o que fazer, louca pra aceitar, mas me sentindo realmente UMA LOUCA se eu aceitasse. O que foi que eu fiz? Pedi um tempo pra pensar... É sério! Já ouvi mas nunca acreditei que existisse "um tempo pra pensar em um pedido de namoro", mas beleza, foi a única saída que eu encontrei. Sabia exatamente o que eu sentia e o que eu queria, mas tinha muito medo de sofrer com o intercâmbio.
Ficamos sem nos ver aquela semana, por morarmos em cidades diferentes. Foi uma das semanas que eu mais pensei na vida, hahaha! Era o namoro de um lado, e o au pair do outro. E no dia 11 de agosto de 2011 eu fui pra Joinville, passei na casa dele e conversamos. Eu aceitei o pedido dele, entreguei uma caixa de Ferrero Rocher pra ele, e vi aqueles olhinhos enchendo de lágrimas e ele nem acreditando.


Foi um momento mágico, ver que ele realmente gostava de mim e queria ficar comigo. E tive certeza de que fiz a coisa certa.
De lá pra cá, convivemos com o application, com o vídeo, com os e-mails das host families, sempre juntos, pois ele sempre soube de tudo o que aconteceu nesse mundinho au pairiano comigo, e sempre me deu forças. Passamos também por um momento de fraqueza, ou talvez de amor mesmo, onde eu quis desistir do au pair pra poder ficar com ele. Mas a reação dele não foi menos que essa: "se você desistir do intercâmbio, você perde o namorado. Se quiser continuar namorando comigo, vai ter que viajar." É por isso que eu sempre digo pra todos que ele é a pessoa que mais me apoia nisso tudo!
Fiquei online em uma sexta-feira, quando estava na casa dele, e ele foi o segundo a saber (só não foi o primeiro porque na hora ele estava dormindo, então eu mandei uma mensagem pra uma amiga minha, pra compartilhar aquilo com alguém). Tive um Skype já na casa dele, no computador dele... E tudo o que tive de novidades sempre contei pra ele e tive apoio.
Já conversamos muito sobre isso, já choramos juntos (e como choramos!), e também já fizemos promessas e juras de amor, diante disso tudo. O futuro a Deus pertence, mas estamos certos de que Deus quer nos deixar juntinhos :)
Ele me apoia muito e diz que pretende me visitar - apesar de ser bem complicado, por causa do trabalho dele. Caso contrário, se eu tiver condição financeira, eu venho visitar meu lindo. Ele diz que apoia meus sonhos, independente de quais sejam, e que sempre vai estar do meu lado. Esse ano vai ser difícil, mas ele diz que não quer mais ninguém, só a mim, e que um ano não é nada perto de tudo o que temos pra viver juntos depois disso. Ele diz que tem certeza de que sou a mulher da vida dele, e que como trabalha de segunda a segunda, pra ele o tempo vai passar muito rápido, quando menos esperarmos, eu estou aqui de novo, e nada mais vai nos separar.
Hoje eu li alguns casos de au pairs que foram namorando. Alguns namoros deram certo, e outros não. A maioria dos que não deu certo, foi por causa de brigas, ciúmes ou por um querer prender muito o outro. Nós já moramos em cidades diferentes e então já temos uma certa "liberdade", como sair com os amigos. Então eu acho que mais da metade do caminho já está andada. Já sabemos como é ver o outro saindo "sozinho", como é passar dias longe um do outro, e como é nos falarmos somente por internet, mensagem de celular ou telefone. Por já termos essa parte do caminho andada, eu tenho um pensamento muito otimista sobre o meu ano como au pair e namorando...acredito de verdade que pode dar certo! Não temos um relacionamento aberto e nem por causa de intercâmbio nenhum teremos! Pra nós, respeito é a coisa mais importante. Como ele me prometeu uma vez: "Nunca vou fazer nada que te desrespeite ou seja motivo para terminarmos". Acho que ele mesmo sabe o que vem a ser desrespeito ou motivo pra terminar, nem precisamos conversar sobre isso. E ele sabe que essa é uma promessa minha também, respeitá-lo, amá-lo e voltar correndo pra ele depois de passar por essa experiência :)
Em 41 dias eu estou embarcando rumo a esse mundo novo, cheio de coisas desconhecidas, dificuldades, crescimento, e felicidade. Tento nem pensar nos dias, porque meu coração aperta e dói muito... Mas essa experiência vai me fazer crescer, e com certeza será algo bom para o nosso futuro também - meu e do meu namorado. Porém, nem eu e nem ele paramos pra conversar mais sobre a viagem, sobre como será, sobre quanto tempo falta... Acho que agora temos que curtir os momentos juntos como se não houvesse o amanhã. Temos que aproveitar esses momentos com amor e felicidade, e não ficando tristes ou chorando.

Confesso que tenho medos...hoje mesmo li o blog de uma catarinense que foi ser au pair, namorava há 4 anos, e depois de uns 5 meses lá, justo no final de semana do aniversário dela, ela descobriu que o namorado tinha ficado com outra menina aqui no Brasil. Li também o caso de uma menina que terminou porque o namorado estava cobrando demais dela, não "deixava" ela sair por lá, e quando ela se atrasava pra entrar no Skype, era uma briga enorme... Mas ao mesmo tempo, eu li o caso de uma menina que foi namorando, voltou namorando e se casaram no ano passado. E tem também os casos das meninas do grupo do Facebook (Au Pair com Namorado - melhor grupo ever!), meninas que estão quase voltando, contando dias, ou um mês ou dois, e o namorado está aqui esperando. 

Deixo um conselho pra algumas meninas que não sabem o que fazer: se o namorado de vocês não apoia uma viagem dessas, pule fora! Largue o namorado e vá ser feliz! Temos que ter pessoas ao nosso lado que apoiem os nossos sonhos, e que fiquem felizes por nós, pelo nosso crescimento e pela nossa felicidade. E pras meninas que pensam em terminar antes de ir, só terminem se o objetivo de vocês nos EUA for outro... Estar namorando não vai impedir você de viajar, conhecer pessoas, lugares, culturas... Viajar namorando só vai te impedir de fazer coisas que desrespeitem seu namorado, só vai te impedir de ficar com outras pessoas, dar em cima ou dar moral para outra pessoa, etc. E para os meninos que vão ficar por aqui, as regras são as mesmas, e claro, vamos incluir aqui o fato de que eles não podem ficar saindo e conversando com ex namorada ou ex rolo, porque acho que namorada nenhuma gosta disso! :PP
É difícil esse tempo longe? Claro que é! Agora, me pergunta se é difícil isso que eu escrevi ai em cima? Pra mim, não! E se você ama, não é difícil não :) 
Nossa última conversa sobre a viagem - se não der pra ler, clique na imagem.

Alexandre, obrigada por tudo, principalmente por esse apoio que você me dá. Se eu estou realizando esse sonho, com certeza é porque tenho você do meu lado. E ficar lá só vai me fazer feliz se eu tiver você do meu lado, como meu melhor amigo, como meu namorado, como meu homem, que mesmo há milhares de km de distância, vai estar perto de mim, me apoiando, conversando comigo, ouvindo meus desabafos, me respeitando aqui, me dando força lá, e sendo essa pessoa maravilhosa que você é. Eu te amo, muito!



Eu ainda nem fui, mas confesso que já não vejo a hora de voltar e ver aquele rostinho lindo me esperando no aeroporto, pra nada mais nos separar. Daqui a pouco eu começo a fazer contagem regressiva pra voltar, e tenho esperanças de que vai passar bem rapidinho! 
Força pra todas nós, que seremos au pair com namorado, ou pras que já estão nos EUA, contando os dias pra voltar. Assim como quero muito e torço demais pro meu namoro superar isso, torço por todas vocês também, pois sei o quanto é difícil! 

Ps. Juro que achei que iria chorar horrores escrevendo esse post, mas só fiquei com os olhinhos lacrimejando. E pra terminar, uma das mensagens que ele me mandou no cel que mais me emocionou até hoje...ele me enviou depois que eu tirei meu visto, saindo do consulado.
Ele é lindo! :)))
Beijo pra quem passa por aqui! To respondendo os comentários de quem tem passado por aqui nos próprios blogs, ta gente? =**

Compartilhar:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

12 comentários:

Tai - Futura Au Pair nos EUA disse...

Ai ai
Li suspirando! heheheh

Eu também acredito no amor, sabe... acredito que pode dar certo.

Esse findi foi a primeira vez que eu e meu namorado conversamos mais seriamente sobre as dificuldades dessa distância, choramos, sorrimos, fizemos juras de amor e colocamos nas mãos de Deus. Fizemos planos para os anos de 2012 e 2013, de quantas vezes vamos nos ver até o embarque (sim, pq temos que comprar as passagens, já que estamos morando longe aqui no BR), marcamos no calendário as possíveis datas em que ele vai me visitar quando eu estiver nos EUA, lugares que pretendemos visitar, e também fizemos planos de como vai ser quando eu voltar.

Te confesso uma coisa: TODA vez que eu vou em direção à sala de embarque no aeroporto de Guarulhos e o deixo pra trás, me da um aperto no coração... fico imaginando como será no dia em que ao invés de embarcar pra Porto Alegre, estarei indo pra bem mais longe, e, ao invés de ficar de 5 a 18 dias sem vê-lo, ficarei 5 meses (se tudo acontecer como estamos planejando)...
Mas agradeço todos os dias por essa oportunidade, e por ter o apoio do meu amor. Agradeço por tê-lo ao meu lado.

Cláu... temos que mirar no futuro, e andar na direção que queremos. Queremos voltar para os braços dos nossos amores, e assim vamos planejar e viver durante a nossa estada nos EUA. Com foco, determinação e amor, tudo vai dar certo!

Desculpe o livro que escrevi! hehehe

beijos e toda a sorte do mundo pra vocês!!

Drielle Leite disse...

Coisa mais linda Clau!!!!!!

Que Deus abençoe muito o amor de vc's! dá pra ver que é verdadeiro!

Gabriela Camargo, disse...

Oie!!

Clau, é dificil sim vir namorando...ainda não postei nada sobre o assunto pq ainda estamos ''em lua de mel'' da distancia...kkk ...aquela melação...
Mas falo com meu boy todos os dias pelo skype ou telefone... acho que falo até mais do que falava no Brasil..hahaha.. pq, assim como vc eu so o via de FDS.
maaas, nao é impossivel viu??...
Claaaro que nós tbém temos um detalhe não muito comum: nós dois amaaaaaaamos ficar em casa, e não gostams de balada..haha.. quando surge a oportunidade pra eu sair aqui, qndo eu gosto eu vou...qndo é balada, house party, eu não vou. Não por causa dele, mas porque nao gosto..
mas que de tudo certo no seu relacionamento também, o meu está muito bem, firme e forte... e estou confiante que voltarei para o Brasil e meu namo estará la no aeroporto me esperando:).
E o seu tbém.
^^

Boa sorte!

Kika disse...

Oi Claudia! Super bacana a história de vocês! Acho que o fato de vocês morarem em cidades diferentes pode ajudar quando você estiver lá, sei que não é a mesma coisa, mas acho que ajuda... Acho que vocês tem tudo pra dar certo é só saber levar tudo e se fortalecer pensando que quando você voltar vão star livres pra curtir um a outro.
E namoro há 04 anos, foi muito difícil tomar a decisão de viajar, mas ele entende que iss é importante pro nosso futuro também, pra minha carreira e tudo mais. Vai ser uma prova de fogo!
Espero que você continue forte aí!!
Bjs!

Vanise disse...

Eu vim namorando e ate agora estamos juntos, depende muito do casal, do relacionamento, se e um relacionamento cheio de ciumes, insegurancas, cobrancas, dificilmente dara certo, mas se for um relacionamento maduro pq nao? se joga nessa nova jornada e deixa rolar? nao gaste energia pensando no futuro nao, aproveite o presente q ele esta pertinho de vc ai. bjaooooooo

Jully disse...

Aii com certeza não vai ser fácil né? mas tudo se dá um jeitoo! :D
Hoje em dia com a Internet é muito mais fácil né?! :D
boa sorte para você! :D vai dar tudo certo! beijoss

Bela. disse...

Claudinhaaa!
Como assim, se conheceram pela internet?! Nossa, que diferente! Mas que bom que tá dando certo, vcs são muito lindinhos juntos.

Poxa, olhei aqui do lado e vi que ainda faltam 18 dias pra vc, pra mim só faltam 15! Meu coração tá apertado que só. :((
Prometo vir responder todos os seus comentários lá no meu blog, diretamente aqui no seu viu! hahahaha e Siiiim, vc já tem um lugar reservado lá em casa pra quando quiser ir passar uns dias!
Ia ser o máximo! =D

Beijossssss.

Carolina Bueno disse...

Ai que peeerfeitaa sua história, tbm tenho namorado e embarco dia 24/06 .. agente tem certeza do que sentimos um pelo outro, ele estará aqui me esperando quando eu voltar .. e te juro, caso com ele no mês seguinte rsrsrsrs .. não quero pensar em ficar 1 min longe dele mais .. hehe bos sorte para nós! Ah embarcamos no mesmo dia .. :) beijos

Kamyla Amorim disse...

Ameeeeeeeeeeeeei seu post, deve ser muito difícil ddeixar as pessoas que agente ama, mas vai ser uma nova experiência e ele te ama e vai te esperar sua lindaa... :)

Caah Vieira disse...

Nossaaa Clau adorei sua história pq eh bem parecida com a minha...SUPER LINDA :D

Vanessa Martins disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vanessa Martins disse...

Olá, vejo sim muitas meninas postando sobre seu lado, sobre como aguentar, enfrentar. Ajudando uma a outra com a dúvida sobre a decisão, que cedo ou tarde vem.
Sou namorado de uma aupair e gostaria de saber "quem nos ajuda?"
Os namorados também querem ser o apoio, o porto, fazer dar certo, mas acho que o conto de fadas que contam sobre o namorado aceitar e apoiar atrapalha a alguns namorados que chegam aqui e leem esses textos lindos.
Acho que ver que o namorado que aceita também tem dúvidas, medos, angústias, ciúmes ajudaria a enfrentar melhor tudo isso.
Seria muito legal se uma aupair começasse com isso.
Não sei se outros namorados também curtiriam, mas se forem como eu precisam também de saber que outras pessoas passam pelo mesmo.
É complicado explicar, na verdade minha situação e deveras complicada, mas ficaria muito feliz se alguém pudesse me ajudar porque tenho receio de entrar em colapso rs

Seguidores

Posts populares